sexta-feira, 20 de março de 2015

quisto

Concha-fóssil, ilustração de Bruno Escoval


uma teimosia desiste
o amor enrola-se
enquista
adormece


bolha de cápsula dura
imune ao tempo
tempestades
de gelo
fogo e feras


um quisto
de perfeita película
ninguém sente
ninguém vê
não se dissemina

um embrião que sobrevive
esquecido
por vezes vem ao peito
um pontada de ar
uma dor
por explicar

1 comentário: