segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Porque é Natal





O nosso coração rejubila de emoção,
Finalmente, chegou mais um Natal.

Tudo está iluminado e brilhante
E há boa desculpa para voltar ao Centro Comercial
Porque mais uma vez é Natal.

É uma época de grande paz interior
Pois nasceu o... quem era esse menino afinal?

E prós doentes as Festas viram festival
Os pimbas cantam  no palco do Hospital:
Não sejam piegas, é Natal!

Podemos descansar das tragédias do jornal
Do pensamento fazemos um intervalo,
Porquê? Porque é Natal.

Tudo a rasgar dos presentes o laçarote
Das caixas deixadas pelo barbudo velhote
A minha família quase parece normal
Todos à mesa na galhofa e a comer o peixote,
Claro, é Natal!

Tudo corre bem e de feição,
Os doces fritos nem sequer fazem mal
Não engordam nem causam
Refluxo do suco estomacal
Só porque é Natal.

É do ano a noite mais tradicional
Pró comunista e pró fã do capital
Ó estúpido, é o Natal!




1 comentário:

  1. Como é Natal um Perú com guelras até parece normal.

    ResponderEliminar