segunda-feira, 13 de abril de 2015

Banalidades


Anthony Murphy, 1999


Espetei um espinho
no joelho:
vi estrelas.

Queimei o tacho
esquecido ao lume:
chorei a tossir.

O espartilho era o fotoshop das antigas.

1 comentário:

  1. O nonsense nunca é banal, por vezes é genial. É o caso.
    :)

    ResponderEliminar