sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Um Livro de Edward Gorey



Hoje de manhã encontrei no chão da minha sala um livro caído (e um Buda). Foram os gatos de noite nas suas brincadeiras frenéticas. Não conhecia este livro, este belo livro de formato fora do vulgar. O autor é Edward Gorey.. Os gatos trazem-nos muitas vantagens. Uma delas é deitarem aos nosso pés livros que não conhecíamos e que de outra maneira nunca nos chegariam às mãos.
Esta é uma obra com quatro histórias ilustradas pelo autor.
Diz a nota introdutória: “A julgar pelo que dele se diz, Edward Gorey será um dos melhores autores de qualquer coisa que não se sabe bem o quê do século vinte.”
Eu ainda só li a primeira história, “ Um Casal Execrável” mas já acredito nesta frase piamente.
Gorey apesar de ter sido dado (morreu em 2000) a temáticas sombrias nomeadamente “os infortúnios infantis” e “ “o grotesco melancólico” dizem que era pessoa afável. De tal forma que até gostava bastante de gatos e vivia com vários.
Os gatos fazem bastante companhia e decerto que ajudam a fazer livros, e por vezes a descobrir outros.
A tradução da versão portuguesa é da Margarida Vale de Gato. Faz sentido.
“Um Casal Execrável” é a primeira história, como já disse. “Se fosse só um” pensei eu, mas logo me arrependi pois de facto não privo com nenhum que a minha visão periférica é apurada e a minha capacidade de fuga é alta.
É a história de uma casal de assassinos de crianças. Muito sombrio. Muito desassombrado e maravilhosamente ilustrado. Vale a pena ler/ver. Se não tiverem gatos comprem.